http://filoparanavai.blogspot.com.br/

domingo, 16 de novembro de 2014

MAIS SOBRE A HISTÓRIA DA ÁFRICA E SOBRE A CULTURA AFROBRSAILEIRA

NO MÊS DE NOVEMBRO, MÊS DA CONSCIÊNCIA NEGRA, O FILOPARANAVAI SELECIONOU PARA VOCÊ UM CONJUNTO DE VÍDEOS DE QUE RETRATAM ALGUNS ELEMENTOS DA HISTÓRIA E DA CULTURA AFRICANA E AFROBRASILEIREA. 

PRECONCEITOS E DISCRIMINAÇÕES SÓ PODEM SER COMBATIDAS EFICAZMENTE PELO CONHECIMENTO. PORTANTO, APROVEITE ESSE MÊS DE NOVEMBRO PARA CONHECER, REFLETIR E MITIGAR SEU RACISMO. TODOS NÓS SOMOS RACISTAS. NOSSO RACISMO É CULTURAL E, PORTANTO, NOSSOS CORAÇÕES E MENTES ESTÃO IMPREGNADOS DESSE MAL CULTURAL. 

NATURALMENTE NÃO TEMOS CULPA, MAS COMO DIZIA O FILÓSOFO ALEMÃO IMMANUEL KANT, SE TIVERMOS A OPORTUNIDADE DE CONHECER E NOS NEGARMOS A DESENVOLVER ESSA TAREFA... ENTÃO, PASSAMOS A SER CULPADOS. 
Zumbi dos Palmares nasceu no estado de Alagoas no ano de 1655. Embora tenha nascido livre, foi capturado quando tinha por volta de sete anos de idade. Entregue a um padre católico, recebeu o batismo e ganhou o nome de Francisco. Aprendeu a língua portuguesa e a religião católica, chegando a ajudar o padre na celebração da missa. Porém, aos 15 anos de idade, voltou para viver no quilombo. Em 1680, com 25 anos de idade, Zumbi torna-se líder do quilombo dos Palmares, comandando a resistência contra as topas do governo. Durante seu "governo" a comunidade cresce e se fortalece, obtendo várias vitórias contra os soldados portugueses. O líder Zumbi mostra grande habilidade no planejamento e organização do quilombo, além de coragem e conhecimentos militares. 

 O bandeirante Domingos Jorge Velho organiza, no ano de 1694, um grande ataque ao Quilombo dos Palmares. Após uma intensa batalha, Macaco, a sede do quilombo, é totalmente destruída. Ferido, Zumbi consegue fugir, porém é traído por um antigo companheiro e entregue as tropas do bandeirante. Aos 40 anos de idade, foi degolado em 20 de novembro de 1695. Zumbi é considerado um dos grandes líderes de nossa história. Símbolo da resistência e luta contra a escravidão, lutou pela liberdade de culto, religião e pratica da cultura africana no Brasil Colonial. O dia de sua morte, 20 de novembro, é lembrado e comemorado em todo o território nacional como o Dia da Consciência Negra.  
Por volta de 1650, um grupo de escravos se rebela no Engenho Santa Rita, ao sul da Capitania de Pernambuco. Vitoriosos, os escravos fogem para as montanhas, onde estaria instalado o Quilombo dos Palmares. À frente dos rebeldes estava Ganga Zumba, Príncipe africano que, chegando às montanhas, revela sua extraordinária capacidade de liderança, tornando-se em pouco tempo o novo rei dos Palmares. ASSISTA O FILME Por uma História da África - Filme Quilombo (1984)  
 FILME: Kiriku e a Feiticeira  
  VÍDEO: Breve História da Cultura Africana e AFROBRASILEIRA VÍDEO: Navio Negreiro [Poema de Castro Alves - O Navio Negreiro narrado pelo saudoso Pulo Autran com cenas do filme Amistad.]

filoparanavai 2014

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...