RECOMENDE O BLOG FILOPARANAVAI PARA SEUS AMIGOS NO FACEBOOK

    domingo, 2 de fevereiro de 2014

    ÉTICA/MORAL E A HOMOFOBIA : O beijo gay na TV Globo que tirou o sono de católicos e evangélicos fanáticos e moralistas


    MINHA OPINIÃO
    A homossexualidade é tão antiga quanto o próprio Homem. É uma afetividade/atração sexual [orientação sexual] naturalmente normal se analisarmos a partir do enfoque científico, filosófico.

    Homossexualidade tal qual heterossexualidade é uma orientação afetiva involuntária do ser humano e, portanto, não é uma escolha. A questão de "escolha" é uma imposição cultural, no passado e na atualidade frente aos valores heteronormativos-machistas de nossa sociedade. Valores estes fundamentados na interpretação de passagens bíblicas moralizantes dentro de um contexto de milhares de anos atrás na cultura do povo antigo da Bíblia. 

    Ora, essas passagens lidas ao pé da letra e fora do contexto histórico-cultural bíblico, servem de fundamentação às apologias de condenações às práticas homoafetivas. 

    "Escolha", hoje, em tratando-se de sexualidade tem que ser entendida no sentido que o sujeito homossexual precisa decidir se quer ou não enfrentar essa sociedade hipócrita para ser feliz: casar-se com quem ama, ter filhos, ter todos os direitos civis garantidos, ser respeitado como sujeito humano e cidadão, e praticar atos afetivos naturais à sua sexualidade inata. 

    Há simplesmente formas diferentes de se amar. Se não compreendemos pelo menos de nós exige-se que respeitemos. 

    Os segmentos religiosos sempre remaram contra essa onda de respeito e,  sempre condenaram as práticas homossexuais como bestialidade, pecados e coisas do gênero e, de quebra, ainda que eles façam meia culpa, sempre condenaram sujeitos LGBTs ao sofrimento, à depressão, ao suicídio e a serem vítimas de assassinatos (1 homossexual é assassinado a cada 2 dias segundos pesquisas recentes por motivos homofóbicos - clicando aqui você poderá acompanhar essa triste estatística atualizada). 

    O avanço dos segmentos religiosos, católico e evangélicos/pentecostais, por meio do domínio de concessões públicas na mídia - especialmente canais de televisão, tem alimentado uma maligna homofobia  que torna-se um câncer na sociedade. A propalação desse ranço preconceituoso se espalha mais facilmente. Isso gera mortes...

    "De acordo com um estudo publicado pelo Grupo Gay da Bahia em 2008, O Brasil é o país desarrolhado do mundo, mais homófobo, com mais de 2.998 mortes por esta causa, desde 1980 quando este estudo começou. Desde 2012, foram contabilizados 310 mortes de homossexuais neste país. Enquanto a lei permita até o casamento entre homossexuais, a população parece que ainda não tem muita consciência, embora com estas medidas, a violência contra esta comunidade aumentou um 166% no ano de 2012." [Leia mais sobre isso em: http://www.upf.br/]

    No Brasil, o Supremo Tribunal Federal , que é o guardião e intérprete por excelência da CFB-1988, tem garantido nos últimos anos por unanimidade uma série de direitos civis aos sujeitos LGBTs. [clique aqui e veja a trajetória histórica dos direitos-homossexuais]

    Faz uma década apenas que os homossexuais começaram a ser reconhecidos pelo Estado brasileiro via Executivo e Judiciário - porque o Legislativo é uma lástima de retrocesso em temas de diversidade sexual - e isso tem incomodado demais aos falsos moralistas, que acusam o Estado de estar conivente com aquilo que eles doentiamente chamam de "Ditadura Gay". [clique aqui e leia: Direitos-Humanos/ONU-aprova-resolucao-historica-sobre-direitos-LGBT]


    Esquecem-se que de "ditadura" eles bem entendem e, se existe alguma ditadura essa não é mais do que a "ditadura religiosa" que quer impor ao conjunto todo da sociedade brasileira seus valores moralistas fundados em interpretações fundamentalistas da moral judaica contida nos livros do pentateuco no Velho testamento e que sempre, historicamente, alimentaram a intolerância religiosa, o racismo, a homofobia, a xenofobia, o machismo, o seximo e tantos outros males nas sociedades Ocidentais e, especialmente, no Brasil. 

    Portanto, continuam alimentando de forma sinistra o sofrimento de milhares de famílias e amigos que enterraram e continuam enterrando, hoje, seus entes queridos homossexuais vítimas de suicídios e assassinatos motivados por essa cultura homofóbica. Sem contar a legião de sujeitos LGBTs que não conseguem administrar sua crença em Deus com os dogmas moralizantes das instituições religiosas e acabam por entrar em conflitos psicológicos danosos às suas afetividades individuais, tendo com desfecho de resolução o suicídio.

    "Em relação ao suicídio, pesquisa demonstra que os homossexuais têm mais probabilidade de praticar o ato. Além disso, a pesquisa concluiu que o local de convívio social também exerce bastante influência – ambientes mais abertos à homossexualidade apresentam menos casos de suicídio." 



    A ESCOLA pode ser um espaço de excelência para evitar o suicídio, o sofrimento, as hostilidades e outros males decorrentes de atos homofóbicos se a mesma for capaz de promover uma educação aberta, crítica, para a harmonia no convívio em meio às diferenças entre os diferentes.

    "Atração pelo mesmo sexo, como primeira experiência, a escuta de comentários homofóbicos, a hostilização verbal e ataques físicos ou a diminuição do rendimento escolar são situações que podem levar o jovem à depressão, à baixa autoestima, ao ódio contra si próprio, à frustração, à confusão sobre o que fazer, a níveis altos de stress por manter o “segredo”, ao isolamento e a pensamentos sobre a morte. (Mott, 2004, Pesquisa GGB – Grupo Gay da Bahia)."

    No Brasil ocorrem até três suicídio por dia decorrentes da "depressão" com origens homofóbicas. Ao anunciar sua homossexualidade, mais de 50% dos adolescentes receberam uma reação negativa da família. Destes, 66% afirmaram sofrer violência verbal e até física. Mais de 50% dos adolescentes gays afirmaram abusar de substâncias nocivas (cigarros, álcool e drogas) para amenizar esse tipo de mal-estar. [LEIA MAIS EM: http://blogsdagazetaweb.com.br/]

    Podemos dizer ainda que as fumaças das milhares - incontáveis - fogueiras das inquisições Católica e Protestante na Idade Média e início da Modernidade  - que mataram pensadores/hereges, mulheres/bruxas, homossexuais/amaldiçoados, ainda podem ser sentidas pelos nossos olfatos no ar para nos lembrar que essas instituições das desumanidades, atrocidades históricas cometidas ontem e hoje, devem no "CARTÓRIO DIVINO"  e que não podemos permitir que continuem a impedir a construção da TOLERÂNCIA, DO DIÁLOGO, DA COOPERAÇÃO,  DA PAZ, DA HUMANIZAÇÃO em nossa atualidade. 

    Ninguém está falando em silenciar os segmentos religiosos com suas crenças sejam elas de cunho doutrinário, moral ou o que quer que seja. A CRENÇA é um direito humano e Constitucional. As pessoas têm direito de crer no que bem entenderem. Portanto, não será por meio de qualquer enfrentamento hostil a esses segmentos religiosos que resolveremos nossos problemas. 

    Com qual ferramenta faremos isso então? 
    Com a ferramenta da EDUCAÇÃO. 

    De uma educação de qualidade fundada na laicidade, nos Direitos Humanos, que forme o sujeito para o pensar livre e autônomo, crítico, e para uma atuação ética cidadã que sempre tenha o seu próximo, o bem de seu próximo, seja ele quem for - da diferença de cor que tenha, da diferença de cultura que tenha, da orientação sexual que possua, da opção religiosa ou política, que tenha - como objetivo de suas ações.

    O beijo gay na novela de maior audiência da TV Globo é simbolicamente histórico pelo nosso contexto marcado ainda pelo predomínio de valores ultraconservadores nos discursos morais - ainda que não vivenciados na prática - e por ter sido em um canal de televisão também moralista em relação aos seus próprios interesses e, portanto, sempre reticente às mudanças pelas quais passam a sociedade brasileira. Mudanças essas que fogem de seu poder de ação alienatória. Sem falar ainda de suas "conveniências" em suas podres relações sejam elas com instituições econômicas, religiosas, políticas ou militares.

    Ao contrário do que falam os falsos profetas da moralidade, o beijo gay da televisão não é e jamais será um atentado contra a "boa " educação de suas criancinhas. Na melhor das hipóteses, esse "beijo" é e, será sempre sinal da possibilidade de uma boa educação de suas criancinhas para se tornarem Homens de VERDADE, pessoas profundamente humanas, que de fato tenham aprendido a conviver com as diferenças, a partir de suas próprias diferenças. 

    Afinal de contas, TODOS SOMOS IGUAIS PORÉM SOMOS IGUAIS UNS AOS OUTROS EM NOSSAS INÚMERAS DIFERENÇAS. 

    No campo da crença religiosa pessoal sempre me pergunto, por quê então Ele [DEUS] teria criado uns com orientação Heterossexual e outros com orientação Homossexual? Não sei. Na verdade, penso que essa é uma resposta que espero obter d'Ele pessoalmente se um dia tiver a graça de fazer essa pergunta.

    Agora, que foi o CRIADOR quem nos fez assim, disso não tenho dúvidas. Eu sou gay. Sou feliz assim do jeitinho que Ele me fez. Jamais me senti rejeitado por Ele por ser Gay, ao contrário, me sinto profundamente amado. Ele me fez assim e se eu tivesse a graça de nascer outra mil vezes e pudesse escolher, não tenha dúvidas, eu escolheria ser gay de novo outras mil vezes. Foi ele que me fez assim, foi ele quem nos fez assim heteroafetivos ou homoafetivos. Você duvida disso? Problema seu.

    por Lucio LOPES - fev.2014



    Sociedade Hipócrita GLOBO DESCOBRE DEPOIS DE 7 MILHÕES DE ANOS DO NASCIMENTO DO HOMEM NO PLANETA TERRA QUE GAYS SE BEIJAM NA BOCA... Quantos outros milhões de anos levará para descobrir que eles também transam? 

    CLARO QUE ESTOU SENDO IRÔNICO quando escrevo que "GLOBO DESCOBRE DEPOIS DE 7 MILHÕES DE ANOS DO NASCIMENTO DO HOMEM NO PLANETA TERRA QUE GAYS SE BEIJAM NA BOCA... ", porém, é muito interessante a repercussão que ocorreu no sábado nas redes sociais e nas ruas. Nota-se como o fanatismo religioso reduz a mente das pessoas ao fundamentalismo bíblico que já matou milhões e milhões de pessoas na história do Ocidente por pseudos valores que alimentam até os dias de hoje machismo, homofobia, xenofobia, racismo, intolerância religiosa... 

    A sociedade brasileira está com fome de Ética urgente. 

    BISPOS E PASTORES MORALISTAS ESPUMAM DE RAIVA COMO CACHORROS LOUCOS EM DISPARADA E PEDEM A SEUS "CEGOS" SEGUIDORES PARA FECHAREM OS OLHOS NA HORA DO BEIJO. Nada contra, fechem os olhos, desliguem a TV. Ninguém os está obrigando a assistir nada nesse país. DUAS PERGUNTINHAS QUE NÃO QUEREM CALAR: SERÁ QUE REALMENTE PRECISAM FECHAR OS OLHOS? SERÁ QUE EM ALGUM MOMENTO JÁ TIVERAM SEUS OLHOS ABERTOS? [Veja em: http://noticias.gospelmais.com.br/

    E QUANDO DIGO BISPOS E PASTORES MORALISTAS, estou falando dos falsos moralistas. Existe em grande número nos meios religiosos líderes e fiéis guiados pela inteligência com imenso espírito ético marcado pela tolerância e convívio harmonioso em meio a diversidade promovendo a UNIDADE, O RESPEITO, A PAZ. Portanto, quando digo moralistas estou falando de moralistas baratos, estou dizendo exclusivamente no sentido mesmo do pejorativo, que significa pessoa que defende princípios morais rígidos, fechados e fundados em valores morais de culturas antigas que não passam por atualização, revelando por vezes intolerância.O falso moralista é uma pessoa, que prega a moral e os bons costumes, porem no seu dia-a-dia não pratica a moral que ele defende ou julga correta. Acham-se salvas e com procuração de Deus para condenar quem eles bem entendem. Geralmente quem os seguem o fazem em um profundo processo de alienação. 

    A SOCIEDADE BRASILEIRA PARECE ESTAR MAIS MADURA E MAIS TOLERANTE VAI SUPERANDO PRECONCEITOS: Por exemplo, casamento civil de pessoas do mesmo sexo que pretendem se casar no civil está recebendo mais apoio da sociedade brasileira. Pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) 2012, realizada em cinco regiões do Brasil e 134 municípios, mostra que, em 2011, 38% dos entrevistados se declaravam a favor da união civil entre casais do mesmo sexo. Agora, o número subiu para 50%. A pesquisa igualmente revelou que o número de pessoas que apoiam a adoção de crianças por casais do mesmo sexo também aumentou. Em 2011, 40% delas se declaravam a favor. Agora, já são 54,3%. PORTANTO METADE E MAIS DA METADE DA POPULAÇÃO BRASILEIRA cada vez mais vive naturalmente com as diversidades em nosso país. 

    UM BOM SINAL DE AMADURECIMENTO DA SOCIEDADE BRASILEIRA ENQUANTO SEGMENTOS RELIGIOSOS FECHAM-SE EM INTERPRETAÇÕES ACRÍTICAS DE PASSAGENS BÍBLICAS E DISSEMINAM MONSTRUOSO FUNDAMENTALISMO QUE PREGA A INTOLERÂNCIA QUE TANTOS MALES PROVOCAM NA SOCIEDADE. 

    Em 2005, em "América", a emissora vetou uma cena já gravada de beijo entre Bruno Gagliasso e Erom Cordeiro horas antes do capítulo ir ao ar, por pressão de grupos religiosos moralistas que dizem representar a "santidade" e "bons costumes".Tratam homossexualidade como doença e pecado. 

    O ENSAIO PARA TESTAR O IMPACTO NA POPULAÇÃO: Depois de censurar nas novelas, a Globo quebrou um tabu do horário nobre no domingo (19). A emissora exibiu um dos muitos beijos dados entre Vanessa e Clara no deprimente programa "Big Brother Brasil" de alta audiência. 

    VEJAM O BEIJO AQUI: http://televisao.uol.com.br/

    Só para lembrar:O PRIMEIRO HOMINÍDEO TERIA SIDO O Australopithecus cujo o nome significa " macaco do sul ", apareceu há cerca de 5 a 7 milhões de anos atrás durante a era do Plioceno. Há apenas 500 mil anos, surgiu o homem atual na Terra.

    HOMOFOBIA E SUICÍDIO

    "Já no século XIX o fundador da escola francesa de sociologia, Émile Durkheim nos ensinou que toda a sociedade, com seus valores e crenças, é responsável pelas mortes voluntárias que produz." 

    Suicídio de estudante universitário em Santa Catarina: “quis sumir” do contexto violento em que vivia. 

    RESULTADOS DAS PRÁTICAS HOMOFÓBICAS: Os homicídios são os mais noticiados em 2012 entre as violências físicas, com 74,56%, seguidos por lesões corporais (70,76%), latrocínios (6,82%) e tentativas de homicídio (7,87% ) . Em 2011, os homicídios totalizaram 78,6%, seguidos por lesões corporais (13,7%), tentativas de homicídios (6,5%), latrocínios (0,9%) e cárcere privado (0,3%). Esse quadro de violências homo/lesbo/transfóbicas, quando não resultam em mortes de LGBT, podem produzir deficiências, contribuindo para aumentar o contingente de novas pessoas com deficiência no Brasil. 


    HOMOFOBIA EVANGÉLICA PROVOCA SUICÍDIO GAY NA BAHIA: Advogado comete suicídio em Teixeira de Freitas; Jovem deixa carta e vídeo de despedida 12 de janeiro de 2014 

    AO MESMO TEMPO UMA BOA NOTÍCIA SOBRE O AMADURECIMENTO ÉTICO DA SOCIEDADE BRASILEIRA: Pesquisa diz que 60% dos brasileiros acham que Padres e Pastores que pregam contra a homossexualidade [sujeitos LGBT] devem ser acusados de homofobia. 

    A RELIGIÃO É CAPAZ DE CEGAR ATÉ MESMO UM HOMEM TEORICAMENTE SÁBIO POR TER TIDO ACESSO AOS ESTUDOS XXX UM "OBRIGADO" À HOMOFOBIA EVANGÉLICA POR TER TIRADO MAIS UMA VIDA: O advogado Ricardo Santos da Silva, de 27 anos, era homossexual e não suportou a dor da CONDENAÇÃO HOMOFÓBICA DE SUA IGREJA. Como homossexualidade é uma condição natural da pessoa, não é uma escolha, o jovem decidiu por um fim em sua vida em nome da Fé que o torturava. 

    É ISSO O QUE A HOMOFOBIA EVANGÉLICA PROVOCA EM INÚMERAS PESSOAS DE ORIENTAÇÃO SEXUAL HOMOAFETIVA: DOR, SOFRIMENTO, DEPRESSÃO, SUICÍDIO, ASSASSINATOS: Antes de se matar, o jovem escreveu em seu computador e imprimiu uma carta de despedida e dirigida à sua mãe. Na carta Ricardo assume ser homossexual, pede desculpas e diz que tudo que ele mais desejava era o melhor para sua genitora. 

    DEPOIS DE UMA NOTÍCIA TRISTE, AGORA UMA BOA NOTÍCIA: Pesquisa diz que 60% dos brasileiros acham que líderes religiosos que pregam contra a homossexualidade devem ser acusados de homofobia. As pregações de líderes cristãos contra a homossexualidade baseadas em princípios bíblicos não são bem aceitas por 60% dos brasileiros. Essa é a conclusão do relatório de uma pesquisa realizada pelo Ibope/CNT para a revista Época/JANEIRO-2014. 

    O levantamento, feito com 2.002 entrevistados, perguntava se um líder religioso deveria ser acusado de homofobia caso usasse os princípios de fé para pregar contra a prática homossexual. 60% dos participantes disseram que sim. 

    A pesquisa mostrou ainda que 55% dos entrevistados acreditam que a homossexualidade deve ser tema das aulas de educação sexual nas escolas públicas. 

    É AINDA PRECISO AVANÇARMOS MUITO NA EDUCAÇÃO ÉTICA DE NOSSA POPULAÇÃO A PARTIR DAS ESCOLAS EM UMA CULTURA LAICA, pois em relação a outros temas a população ainda revela falta de informações gritantes e profundo moralismo que na prática os levam a práticas preconceituosas e discriminatórias. 


    Além das questões sobre homossexualidade, a pesquisa abordou temas como o aborto e sexo antes do casamento. Para 69% dos entrevistados, quem faz um aborto fere princípios religiosos, independentemente de qual seja a fé. 27% dos entrevistados acreditam que um aborto não tem interferência no âmbito religioso. 

    Sobre o sexo antes do casamento, 61% dos brasileiros acreditam que a prática não é pecaminosa. A pesquisa ainda questionou se o uso de preservativos ou pílula anticoncepcional fere preceitos de fé, e 73% dos entrevistados disseram acreditar que não. 

    FONTES: 

    Filoparanavai 2014

    Nenhum comentário:

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...