quinta-feira, 21 de março de 2013

O PAPA, O FRANCISCO, OS POBRES E A POBREZA, CETICISMO E VERDADE...


A REFORMA POSSÍVEL SERÁ: "MARKETING UTILIZANDO OS POBRES", PORQUE "VENDER TUDO O QUE O VATICANO TEM E DOAR AO POBRES PARA, DEPOIS SEGUIR O MESTRE DA GALILÉIA"..., não vai mesmo. No máximo, falar de pobres, dar esmolas, andar de bike em vez de papa móvel, dispensar paramentos de ouro e prata... 

Questionar a pobreza NÃO CREIO QUE VÁ MESMO, pois questionar a pobreza é questionar quem produz a pobreza [Liderados pelos EUA, atingiria todas as classes dominantes capitalistas; é ruim em... imaginar que a Igreja vá abrir mão dos bilhões de dindin que pingam em suas contas bancárias; abrir mão de seus milhares de prédios alugados nos grandes centros urbanos pelo mundo, especialmente os de Londres como denunciou recentemente um jornal italiano; abrir mão de investimentos em papéis nas bolsas especulando financeiramente e ganhando muito dindin...] e ainda, seria despertar a consciência dos pobres para lutarem contra a pobreza e recuperarem aquilo que o capitalismo roubou dos pobres deixando-os na miséria. Isso implicaria em construir um movimento de oposição à ideologia dominante, criando assim suas bases político-culturais de combate não apenas à pobreza, mas também ao capitalismo. Jamais acontecerá, até porque ele ajudou a calar a "TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO" na América Latina, porque iria agora rever sua posição retrógrada e inquisitorial??? Na verdade, sua luta deveria ser canalizada para a conquista de uma “revolução comunista” que parta de baixo para cima [ mas isso ele não vai fazer mesmo, pois "TIO SAM" se posicionaria com sua artilharia contra o Vaticano e esse não demoraria em jogar água benta novamente sobre o capitalismo tão "democrático" que graça mundo afora. 

Teria que se posicionar em uma luta por dignidade inclusive na garantia dos direitos humanos a todos, até mesmo aos "gays" que ele disse respeitar mas que não são merecedores de ser gente, ter direitos civis, sabe como é, não é mesmo? Fácil dizer que ama, que respeita, mas lutar contra a aprovação de direitos civis para os homossexuais por meio de uma campanha de demonização dos gays, como ele fez em 2010 na Argentina. Isso ele não vai fazer mesmo. Espere sentado... Quanto aos aspectos morais sexistas da Igreja Católica isso não muda mesmo. É mais fácil o papa ir morar na "rocinha" para passar a imagem de pobretão que ele aceitar que os católicos usem camisinha [como se os católicos já não usassem]; que as católicas tenham o direito em decidir se abortam ou não [como se as católicas já não abortassem]; o mais difícil mesmo é a questão da homossexualidade [a ciência garante que é natural tanto quanto a heterossexualidade e a Igreja até aceita, porém condena a homossexualidade perpetuando uma moral sexista absurda - NO MÍNIMO POSICIONAMENTO CONTRADITÓRIO; mas essa intransigência moral é comum no catolicismo e não dá para esperar, que hoje ou que nos próximos cem anos essa carcomida instituição que parou no tempo, INCLUSIVE RETROCEDEU EM QUESTÕES MORAIS PARA ANTES DE JESUS, mude agora. Isso não acontecerá nem por meio de milagre com a ajuda de Valdemiro Santiago...].

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...